Indústria de Lingerie e Moda Praia com alto padrão de qualidade e tamanhos inteligentes do 40 ao 56. Acompanhe nossos conteúdos e novidades!

Escolhendo lingerie para grávidas em 4 passos

Dicas Photo of beautiful pregnant woman wearing lingerie and posing in the room

Durante o período de gestação, é normal que o corpo da mulher passe por várias mudanças e, por esse motivo, necessite de uma série de cuidados especiais, não é mesmo?

Além de garantir a saúde da mamãe e de seu filho, seguir esses cuidados é também uma maneira de pensar no conforto e na beleza — que não podem ser esquecidos nesse momento. Entre todas as mudanças, a escolha correta de lingerie para grávidas faz toda a diferença.

Ficou interessada? Então continue com a leitura desse post e saiba um pouco mais sobre o assunto!

Como escolher lingerie para grávidas?

A escolha correta de uma lingerie no momento da gravidez é fundamental para garantir o conforto da mulher, a beleza (deixando o corpo mais bonito e elegante) e, ainda, para prevenir possíveis transtornos durante esse período — como o surgimento de estrias, danos ao corpo e problemas de circulação.

Confira 4 dicas para que você faça a escolha certa — sempre levando em conta, no momento da compra, a importância de se ter conforto, sem perder os cuidados com a saúde e com a estética:

1. Escolha o modelo correto de calcinha

Em meios a tantas opções no mercado, é importante buscar aquelas que vão deixar a mulher mais confortável. Para calcinhas, o ideal é escolher peças maiores ou do estilo “calça biquíni” que é uma ótima opção se você já é acostumada com um modelo menor.

O modelo de calça alta, envolve toda a barriga. Sem costura, a calcinha é muito confortável e é a mais indicada para evitar a flacidez na região durante a gravidez. Quanto mais calcinhas sem costuras melhor. Se sentir confortável o máximo que puder é fundamental, independente das peças de lingerie que está usando.

É imprescindível mencionar que modelos muito pequenos e apertados podem gerar bastante desconforto e, ainda, interferir no parto de mamães que forem fazer cesárea. Por isso, evite peças desse tipo, e busque sempre estilos um pouco maiores.

2. Prefira sutiã com sustentação — mas sem arco

Nesse período, o ideal é deixar modelos de sutiãs com arco de lado, que costumam causar mais incômodo e podem dificultar a produção de leite pelas glândulas — ou até provocar o empedramento.

Apostar em peças com sustentação, que vão proteger todas as mudanças que os seios estão sofrendo desde a fase inicial (da sensibilidade) até a parte final (do crescimento e desenvolvimento para a produção de leite), é uma boa opção.

Prefira também aqueles que oferecem tiras mais largas, que não machucam a pele e, ainda, auxiliam nesse processo de sustentação e de segurança.

3. Busque materiais confortáveis e de qualidade

Produtos feitos com tecidos sintéticos podem causar intenso desconforto, irritação e aparecimento de fungos. Por isso, busque materiais confortáveis, tanto de calcinhas quanto de sutiãs. Os estilos mais indicados são em algodão com elastano e em microfibra, que permitem que a pele respire e evitam alergias.

4. Invista em estampas e rendas

É claro que durante a gravidez o conforto deve ser priorizado, mas quem disse que para isso não é possível ousar nas lingeries?

Estampas e detalhes em rendas são sempre bem-vindos, desde que sejam feitos nos tecidos indicados e que sejam confortáveis. Lembre-se de que a mulher precisa, sobretudo,sentir-se bem consigo mesma.

É isso aí: agora que você já sabe como escolher lingerie para grávidas, não perca tempo e compre já as suas, buscando sempre modelos de qualidade. Não se esqueça de que, assim, é possível renovar as peças íntimas de uma mulher com muito conforto, segurança e beleza. Aproveite!

Gostou desse artigo? Então siga as nossas redes sociais e veja vários outros posts que vão te auxiliar na escolha de novas lingeries de acordo com o corpo da mulher. Até mais!